• Volta Redonda (24) 3343 4888 - (24) 3348 1488 | Barra Mansa (24) 3324 9135

Feb 27
2017

Evite sete fatores que favorecem as varizes.

Evite sete fatores que favorecem as varizes.

Entenda a relação do problema com a pílula, horas na posição sentada.
Elas lembram uma pequena teia de aranha e costumam aparecer clarinhas e discretas, mas vão se espalhando com o tempo e podem se sobressair na pele. O efeito estético das varizes é péssimo e ainda há riscos para a saúde, já que essas veias dilatadas perdem sua função, ou seja, deixam de levar o sangue de volta para o coração.
 
As varizes podem aparecer em diversas partes do corpo, mas são comuns nos membros inferiores, uma vez que o esforço para fazer o sangue subir nesta região é maior. O problema é mais comum em mulheres e é favorecido pela predisposição genética, mas hábitos, como ficar muito tempo sentado, também aumentam o risco do aparecimento e agravamento delas.
 
Veja quais são os fatores que favorecem as varizes:
 
Anticoncepcional
A proporção de mulheres e homens com varizes é de três pacientes do sexo feminino para um masculino. Isso acontece pela alta concentração de progesterona e estrógeno na mulher, hormônios que favorecem o aparecimento de veias doentes.
 
O problema é que esses hormônios também são a principal composição de métodos contraceptivos, como a pílula. Assim, seu uso regular aumenta o risco do aparecimento de varizes. O anticoncepcional via oral é o que mais contribui para o problema, já que a absorção dos hormônios se dá de maneira mais intensa do que pelo adesivo, por exemplo.
 
Gravidez
Quanto maior o número de gestações de uma mulher, maior o risco de desenvolver ou agravar as varizes. Com o aumento do volume uterino, há compressão das veias dos membros inferiores, o que eleva a pressão e deixa as veias dilatadas. Por isso, nesse período é fundamental realizar repousos com as pernas elevadas e usar as conhecidas meias elásticas, que também ajudam a prevenir o problema.
 
Sedentarismo
O sedentarismo favorece o aparecimento das varizes porque não estimula os músculos da panturrilha e da planta dos pés, que funcionam como um segundo coração que bombeia o sangue para cima. Por isso recomenda-se atividades, como uma caminhada, corrida leve e hidroginástica, para melhorar a circulação sanguínea. Evite atividades muito pesadas, como a musculação, pois elas podem exercer sobrecarga nos membros inferiores, favorecendo a deterioração das veias.
 
Ficar muito tempo parado
A posição que mais contribui com a volta do sangue dos membros inferiores é a horizontal. Ficar em pé ou sentado, por outro lado, dificulta a o fluxo sanguíneo, o que contribui com o aparecimento ou agravamento das varizes. Por isso, pessoas que trabalham em uma mesma posição por muito tempo devem fazer pequenas pausas para se alongar e andar. Cruzar as pernas aumenta ainda mais a compressão das veias.
 
Salto alto
Uns dizem que o uso de sapatos com salto alto facilita o retorno do sangue pelas veias, diminuindo, assim, o risco de aparecer ou agravar as varizes. Outros afirmam o contrário, pontuando que eles causam problemas vasculares, porque impedem a movimentação adequada da panturrilha. Seja como for, ainda não há consenso sobre a influência desse tipo de calçado sobre as veias. O que se sabe, entretanto, é que o uso constante de sapatos de salto pode causar problemas ortopédicos, como o encurtamento do tendão, tecido que liga o osso do calcanhar ao músculo da panturrilha.
 
Obesidade
Pessoas com sobrepeso ou obesidade sobrecarregam demais os membros inferiores, o que dificulta a volta do sangue venoso, o fator não é tão agravante quanto ficar muito tempo na mesma posição, mas contribui para o aparecimento das varizes. Assim, o risco é ainda maior para aqueles que, além dessa característica, ainda são submetidos a atividades com pouca movimentação.
 
Roupas justas
Algumas pessoas usam roupas tão justas que, no fim do dia, acabam ficando com dores nas coxas e panturrilhas, o que levou originou a ideia de que roupas apertadas podem causar varizes. Entretanto a influência é baixíssima, pois ela não chega a criar uma pressão tão grande quanto a do sobrepeso ou a de ficar muito tempo sentado, por exemplo. Ainda assim, recomenda-se priorizar roupas confortáveis e que não limitem a movimentação para evitar o desconforto muscular.